Óleos essenciais e seu poder de cura

Atualizado: 15 de Jun de 2020

Muitas pessoas estão à procura de soluções fitoterápicas no que diz respeito à saúde e à cura de algumas doenças, buscando meios de que se diferem da medicina formal.

Neste contexto, encontramos os óleos essenciais que são formulados com a finalidade de ser uma prática terapêutica utilizando produtos naturais de boa qualidade para sua confecção.

Os óleos essenciais são um meio pelo qual é possível tratar problemas de cunho psíquico e físico, e são a busca para quem deseja maior qualidade de vida.


Para que serve os óleos essenciais?


Os óleos essenciais são compostos que terpenos, ou seja, substâncias voláteis naturais que são de origem vegetal, essas substâncias são secretadas pelos vegetais e consistem em ligações de carbono que podem ser encontrados em pinheiros, eucaliptos, frutas cítricas, roseiras e coníferas.


Sua produção se faz pela sintetização destes elementos liberados pelas plantas, com técnicas de extração não somente da planta propriamente dita, mas também, de folhas, raízes, sementes, troncos de plantas, flores e frutos, que darão origem a outros compostos químicos como a Vitamina A, o escaleno, o mentol, cânfora, limoneno e farnesol, podendo ser reagentes com os componentes encontrados na atmosfera tais como: hidróxidos, ozônios e carbono.


Neste sentido os óleos essenciais servem como antissépticos, anti-inflamatórios, antibacterianos, diuréticos, expectorantes, tratamento na diminuição de espasmos e trato gastrointestinal, ótimos contra a insônia, podendo ser ainda, aditivo alimentar além da sua capacidade de limpeza e higienização do ar.


A arte de extração de óleos é milenar, sendo utilizado por várias gerações onde seu conhecimento foi repassado através das culturas e gerações, não podendo se dissociar de uma rica herança deixada por nossos ancestrais nos primórdios de seus conhecimentos.



Por que essencial?